The End of the Beginning

Anúncios

A Beira Do Mekong!

A Beira Do Mekong!

Do lado de la eu vejo o laos e eu estou aqui numa charmosa guesthouse (Mut Mee Guesthouse) debaixo de uma casinha de sape. Acho que eu adoro beiras de rios, pois a minha memoria mais prazerosa da India era o resturante nepales a beira do Ganges onde todos os dias eu encontrava a Nathalie. Depois de uma semana de calor, voluntariando, banhos frios de balde etc e tal… estar numa guesthouse silenciosa ouvindo o barulhinho de garoa eh indescritivel.

Eu ainda nao estou aqui de vez, e nem para cruzar o rio para o Laos. Estou aqui de passagem para relembrar como eh bom ser turista 🙂 Eu to brincando. Na verdade viemos ate Non Khai pois o Hans ( o dinamarques amigo da Horn) tem que sair do pais para renovar o visto, e eu como nao posso gastar minhas saidas e entradas ( so posso voltar a tailandia nos proprios 90 dias mais 2 vezes), fiquei aqui esperando.

O nosso Tour ate agora esta verdadeiramente caotico. Estivemos em Udon Thani (uma cidade nao muito interessante toda de concreto) pois a Horn tinha que ir a uma conferencia. Fomos ate la so para ela mostrar que nao podia ficar 🙂 Pois eh vai entender as coisas na Tailandia. O futuro do tour eh tao incerto como o comeco.

No vilarejo

Como eu tenho mandado e-mails aos meus amigos contando das noticias do lado de ca e eu nao tenho tanto tempo na internet como eu gostaria ( pois eh uma pessoa viciada eh assim) resolvi postar meus e-mails no meu blog em ingles.

Ja estou no meu pequeno vilarejo rural, um vilarejo de apenas umas 100 casa. Da minha nao se ve nenhuma. ve se muito verde, plantacoes de arroz, um jardim bonito, cabanas de palha, flores e frutas. Minha hostess, Horn, eh uma tailandesa de 48 anos, muito animada, professora na minuscula escola onde eu voluntario. Assim que ela me pegou no primeiro dia me abracou dizendo que eu podia chama-la de Thai Mama. Ele eh verdadeiramente uma mulher excepcional, completamente apaixonada por dar aulas, pelos alunos, me contou que eh tuma escritora e esta escrevendo livros didaticos, e poesia tailandesa.

Para mim que sempre vivi em cidade tem sido uma mudanca e tanto, banho de balde e agua fria, insetos de toda a variedade, comida diferente, e muito calor. O que faz tudo valer a pena sao as pessoas. Que sao sempre de uma amiabilidade\, generosidade, e ternura tamanha.

A escola so tem 50 alunos, de 4 a 12 anos. Ha quatro classes, com duas series por clases. Eh tudo muito informal, e as cirancas parecem muito alegres. De manha todos ficam no patio ouvindo os avisos, e num certo momento se viram para o Budha com uma mao em cima da outra numa pequena meditacao em agradecimento aos que os ajudam. Depois saem correndo para suas classes com aquelas vassouras de “bruxa” para limpa-las. Todo mundo entra na sala sem sapato, e apesar da simplicidade da escola eh tudo super limpo!

Essas criancas sao pobres, de zona rural, normalmente moram com os avos, pois os pais ou partiram, ou morreram, ou trabalham em alguma cidade grande. E elas sao tao alegres. Rindo, cantando, pulando elastico, tentando conversar comigo. As menores, pois as maiores tem mais vergonha. Como elas nao falam quase nada de ingles e eu nada de tai as nossas conversas sao assim de sorrisos e apontando coisas.

Como houve uma competicao de discursos em ingles na provincia ontem , eu acabei passando muito tempo com duas menininhas: Tangmo, e Tangnoi. O que mais me espantou foi ver nao so a persistencia, a paciencia, mas alegria delas. Enquanto passamos o dia juntas praticamente so esperando o tal momento, eu pude observa-las. Tao generosas, tudo que comiam me ofereciam, dividiam. Eu tecnicamente estava com elas, mas sem duvidas elas tomaram bem mais conta de mim do que eu delas.

Meu livrinho de frases em tai eh motivo de muita risada. Elas nunca entendem o que eu quero dizer. Mas Tangmo eh tao inteligente que ela sempre consegue descobrir num dicionario, ou de alguma forma a maneira de me explicar.

Para a total alegria da Horn, do diretor e minha, Tangmo ficou em segundo na competicao! A nossa escola e tao pequena que nao esta nem no Ranking! A primeira colocada veio da melhor escola da regiao, por isso o segundo lugar para Tangmo uma menininha linda e pobre de uma escola minuscula foi motivo de grande celebrcao.Horn na sua enorme generosidade me colocou como professora delas, e por isso eu ganhei um certificado em Tai. Claro que ela ter ficado em segundo lugar nao tem nada a ver comigo,muito mais com a propria tangno que eh muito inteligente e caitvante e a Horn. Eu alias tinha achado essa estoria de competicao de discursos uma loucura. Deixar as criancas estressadas etc… nao sei como eh no resto da tailandia, a Horn, nao fez pressao nenhuma, tudo muito informal, tudo meio relax. Na verdade nem a vitoria da Tangno, nem a nao vitoria da Tangnoi foram muito comentadas. Quando eu perguntei a HOrn se a Tangnoi nao tinha ficado triste ela me respondeu ” Nao ela sabe que tinha muitos canditatos, e que outros foram melhor.” Nao que eu nao ache que a Tang Noi nao tenha ficado um pouquinho triste, mas a casualidade como a Horn pois as coisas que me deixou mais aliviada.